fevereiro 13, 2014

Existem imensas frases que me inspiram e pelas quais me sigo, várias relacionadas com a auto aceitação, como a famosa do Oscar Wilde "Be yourself, everyone else is taken".
Se levarmos isto para um lado artístico, da moda e a forma como nos vestimos, é isso mesmo que a moda deve representar para cada um, uma forma de expressão (self-expression), deve ser uma forma de exteriorizarmos a nossa personalidade no nosso dia-a-dia.
Conheço várias pessoas que têm medo de ser elas próprias e de se vestir como sempre se imaginaram. Têm medo do que as pessoas vão pensar, do quanto elas vão olhar e comentar. Muitas vezes me perguntaram como é que arranjo coragem para me vestir da forma que visto e se não tenho medo do que as pessoas irão pensar. A minha resposta é que eu não me importo e não quero saber. 
Tento ser o mais fiel possível a mim própria e não me importo se alguém não gosta, eu visto-me para mim e não para as outras pessoas. 
Com isto não estou a afirmar que domino a arte de "não me importar com as opiniões dos outros" mas especialmente nesta área, tenho aprendido a não me importar e não pensar muito no assunto. 

Claro que olhando para trás, sei que já fiz muitas combinações desastrosas, com as quais me rio sempre que vejo fotos passadas. Já fiz combinações impensáveis, já usei mil e um acessórios de uma vez, já calcei sapatos horrorosos. Erros estes que deram azo a muitos olhares e comentários, mas na alturei não me importei porque é que me importaria agora? Afinal, isto faz tudo parte da interminável viagem de descoberta do meu estilo próprio. 


É isto que quero dizer a todos os que me estiverem a ler, àqueles que já descobriram o seu próprio estilo e àquelas meninas que poderão estar a ler isto dos seus quartos e que ainda estão a descobrir o seu estilo. 
Sejam vocês próprios e vistam-se como sempre se imaginaram. 
Se querem usar aquelas calças de cintura subida que compraram em segunda mão, que adoram, mas só usam em casa ou em férias quando ninguém vos conhece, força, tirem-nas do roupeiro e amanhã usem-nas com orgulho.
Se se querem vestir todos de preto mas têm medo que alguém vos chame de góticos, deprimentes, ou todas as outras associações da cor preto, força, black is the new black respondam cheios de confiança às más-linguas. 


Vocês são únicos, não há ninguém como vocês, porquê desperdiçar a vossa personalidade fantástica e única a tentar ser alguém que não são ou a tentar ser a igual a todos os outros apenas para encaixarem no molde? 
Celebrem a vossa personalidade, é isso que vos distingue dos outros e é isso que faz as pessoas gostarem de vocês. 
Se fôssemos todos iguais, qual era a piada? 

todas as imagens Rookie Magazine e  Transparency
colagens por mim

M.

18 comentários:

  1. Adorei completamente este post!
    catarinarife.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. É por isso que gosto tanto de ti! Não há mais ninguém assim, como tu.
    A "piada" é essa :) <3 you

    ResponderEliminar
  3. "Se fôssemos todos iguais, qual era a piada?" - A parte que mais gostei de todo o texto!
    Publicação fantástica e inspiradora! Confesso que muito tempo tive medo de vestir certas coisas. Mas, com o passar dos anos, fui-me perguntando a mim mesma se valeria a pena não ser eu própria. Hoje, visto-me como quero e bem me apetece. Eu sou eu, e adoro toda a diversidade que me rodeia!
    Beijinhos, Sandra *

    http://ctbeat.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito, é bem verdade que muitas de nós não se vestem com tudo o que gostariam por causa de olhares e comentários desaprovadores, eu inclusive revejo-me um pouco!

    xoxo

    ResponderEliminar
  5. Mesmo que não quisesse tinhas de ser uma das minhas boggers favoritas, não dás hipótese! ♡
    http://infinityuniverse-ema.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  6. Adorei! Parabéns pelo ótimo post.

    http://3mille.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. gostei muito deste post :) todos nós extraímos inspiração alheia ao construírmos a nossa própria essência, de facto. o mais importante é a fidelidade a nós próprios, não ficar na comfort zone só porque é mais trendy, como muita gente faz.

    ResponderEliminar
  8. Muito bom, muito bom mesmo. Adorei! :)

    Beijinho,
    http://zitarose.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  9. como seguidora do "once you go black you never go back" já fui chamada de gótica e já perdi a conta à quantidade de pessoas que já me perguntaram se me tinha morrido o gato. mas sinto-me confortável e aceitação de nós mesmos é a chave (:

    ResponderEliminar
  10. ai gostei bastante! Quando a gente arrisca já sabe que vai ouvir assim umas coisas manhosas, e já levei tantas bocas que perdi a conta x)

    ResponderEliminar
  11. Quando as bocas nos começam a passar ao lado, somos inundados por uma sensação de liberdade maravilhosa :)

    http://coucoucaroline.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  12. Também já estou naquela fase de que não quero saber o que os outros acham do que visto, desde que criei o blog que me sinto muito mais à vontade de usar aquilo que quero e aquilo que realmente gosto independentemente dos outros não gostarem

    ResponderEliminar
  13. Gostei imenso deste post, sermos nós próprios sempre.. pois pessoas com maus princípios irá sempre haver.

    ResponderEliminar
  14. Adorei a inspiração! So true... Be yourself :)

    ResponderEliminar
  15. Amei este post!
    Muito útil para muitas meninas.

    Muitos beijinhos
    MUAH*
    Blog | Youtube | Facebook

    ResponderEliminar
  16. Concordo com todas as palavrinhas que disseste!!

    ResponderEliminar

Contemporary Lives Here © 2017
Template by Blogs & Lattes