THE VINTAGE DEPARTMENT

outubro 08, 2018




All pieces Trash Vintage Porto
Except vintage Levi's from grandma's closet


I know I've talked a lot about this lately, I'm sorry about talking about this again, but it is something that I think about every day and that I really care about.

It is not easy to change the way we think and the way we shop. But the thing is that we don't have other options.
The fashion and the textile industry is one of the most polluting in the world. It's scary to look at the statistics. Check this article for more.
For someone who works and deals with fashion and textiles on a daily basis, I don't want to be part of a polluting industry that overlooks their workers' safety and climate change. 

In order to change, we must look for other options to approach the way we shop:

First, before buying look into your closet, think if you really need that piece. If yes, try to look into your parents' closet, your friends' closet or even your grandma's closet, maybe they have the piece you are looking for and they don't use it anymore.
Finally, if none of this works, visit your local vintage shop and try to look there, maybe there's an amazing vintage piece that is exactly what you were looking for. 

Second, if you really have to buy something new, try to buy consciously and having in mind the way that the pieces are made: Are those workers being paid enough? Are their work conditions good? Is the piece made with high-quality organic materials? Are the dyes used non-toxic? 

I could go on about this forever and maybe I will (no worries, on a different post).

But I just wanted to say that I collaborated with vintage store Trash Vintage in Porto for this post to show you how cool vintage clothes are. 
You can actually find exactly the pieces you were looking for at other fast fashion stores in a vintage store and the great thing is that it will probably be a unique piece, that no one has, and you're giving a second life to a piece.

Buy vintage, stay cool.

//

Eu sei que tenho falado imenso sobre este tema, peço desculpa por o fazer mais uma vez, mas é algo em que penso todos os dias e com o qual me preocupo imenso.

Eu sei que não é fácil e não será de um dia para o outro que vamos mudar a nossa forma de pensar e agir em relação às compras e à moda. Mas o problema é que não temos grandes opções senão mudar.
A indústria da moda e têxtil é uma das mais poluentes do mundo. É assustador ver as estatísticas. Vejam este artigo para saberem mais. 
Para alguém que trabalha e lida com esta indústria todos os dias, eu não quero fazer parte de uma indústria poluente e que negligência os seus trabalhadores e o planeta. 

Temos várias opções para irmos mudando aos poucos, estas são:

Primeiro, antes de comprar algo, temos que olhar para os nossos armários e perceber se realmente precisamos dessa peça. Se a resposta for afirmativa, vamos tentar procurar nos armários dos nossos pais, amigos, avós pela tal peça que precisamos. Caso não encontremos, devemos tentar procurar na loja vintage mais próxima de nós, provavelmente encontraremos uma peça fantástica vintage que era exactamente o que estávamos à procura. 

Segunda, se realmente tivermos que comprar uma peça nova, devemos tentar pensar conscientemente na forma como a peça foi feita: Foram os trabalhadores pagos o suficiente? Foram as peças feitas num local com boas condições? A peça é feita com materiais de alta qualidade e orgânicos? São as cores da peça de materiais não tóxicos para os humanos e planeta?

Podia continuar a escrever sobre este tema para sempre. Talvez o faça (no instagram). 
Mas queria frisar que fiz uma parceria com a Trash Vintage nas Galerias Lumiére do Porto para vos mostrar o quão cool são as roupas vintage e o como podem encontrar as peças que procuram se derem uma oportunidade ao vintage. 

Buy vintage, stay cool. 







4 comentários:

  1. Adorei o outfit, estás tão linda :D
    Beijinho *

    https://w-m-mind.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  2. Adorei as tuas escolhas, linda de morrer! <3

    polythenepamblog.com

    ResponderEliminar
  3. Cada vez mais sou apologista de lojas vintage! Acho que é uma ótima alternativa e uma iniciativa com vantagens fantásticas em muitos sentidos. Espero mesmo que um dia a população no geral consiga perceber o quanto desperdício e populição (para não falar do desumanismo) que praticamos todos os dias a cada segundo com a nossa obsessão do consumismo.

    p.s.: esta loja que mencionas também compra roupas?

    ResponderEliminar

Contemporary Lives Here © 2017
Template by Blogs & Lattes